CineOP, dia 1: os curtas-metragens

Dizem que Os Cães Veem Coisas, de Guto Parente

7ª CineOP – 1º dia – O que nos dizem os curtas (e os jovens que os veem)

Sentimento contraditório este de acompanhar a sessão com estudantes. Aqui em Ouro Preto, na primeira projeção de curtas-metragens de sexta-feira (22), além do público “normal”, houve uma volumosa excursão com jovens, aparentemente, do Ensino Médio.

Por um lado, fico muito entusiasmado. Que ótimo seduzir jovens espectadores para o cinema – e melhor, para um tipo de cinema que quer alguma coisa do cinema. Se não for por iniciativas como essa da CineOP, qual seria o canal de contato de um filme como o da Alumbramento com a molecada?

Mas uma outra porção minha não consegue aceitar o comportamento do espectador que se esquece estar numa sala de cinema, não na sala de jantar da sua casa. Conversas, bate-papos, bochichos constantes durante a projeção dos seis curtas-metragens. OK, essa “interação” não é exclusiva dos estudantes, basta ir a qualquer sala – ao menos em São Paulo – para passar alguns momentos de raiva.

Continue lendo o texto na Revista Interlúdio.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s