Godard, um artista além do cinema

Jean-Luc Godard é foco de exposição no Oi Futuro

*publicado na edição impressa do jornal Valor Econômico desta terça-feira (7/5)

Jean-Luc Godard. A simples menção ao artista pode causar reações extremas. Autor de filmes como Acossado (1960) e O Demônio das Onze Horas (1965), o diretor de 82 anos é tema de exposição a partir de hoje no Oi Futuro Flamengo, no Rio.

“Expo(r) Godard – Viagens em Utopia” tem projeções, debates, ambientes multimídia e espaços dedicados à apreciação sonora, aspecto fundamental para a compreensão da obra do diretor. Em vez de apostar num conjunto de filmes mais conhecidos, a exposição pretende revelar um Godard pouco explorado.

“Não será caótico, pelo contrário. O objetivo é organizar para o público alguns princípios da base do trabalho de Godard desde meados dos anos 70”, diz Anne Marquez, curadora da exposição em parceria com Dominique Païni.

Continue lendo o texto sobre a Expo(r) Godard no site do Valor Econômico.

Textos relacionados:
Depois de Maio, de Olivier Assayas – Crítica
Godard, Truffaut e a Nouvelle Vague – Entrevista com o diretor Emmanuel Laurent

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s