IndieLisboa: o perfume de “Amor amor”

Em Amor amor uns amam demais, outros de menos; outros ainda amam quem não os ama; uns amam e são inconsequentes, outros são infantis, outros são adultos e serenos; uns estão doloridos, outros ainda doerão.

Anúncios

Black to the future: cinema e Afrofuturismo

O que esse conjunto de filmes traz vai muito além da demanda por reparação na participação severamente deficitária de negros em filmes ou por uma gama de papeis que sejam complexos. Ao delirar o presente muitos desses filmes afrofuturistas inventam “amanhãs” tão diversos que carregam características que escapam à retórica terráquea-política do nosso presente. Na confecção de devir(es) não se pensa em incluir mais negros: o que se imagina são outros mundos nos quais o paradigma será a mulher e o homem negro.